Compartilhe:

O Emprego Apoiado é uma metodologia que tem como objetivo de oferecer soluções para a atividade laboral de pessoas com deficiência em situação de incapacidade mais significativa e que, por isso, não estão sendo atendidas pelos sistemas tradicionais de colocação, ou não conseguem manter um emprego devido à necessidade de acompanhamento mais intenso.

Na Unilehu o EA foi lançado em 2015 e desde então já ajudou diversas pessoas com deficiência a conquistarem sua primeira oportunidade de trabalho.

O programa envolve três fases. Na primeira é realizado um perfil vocacional em conjunto com a família, levando em conta as escolhas, interesses, pontos fortes e necessidades de apoio do participante. Na segunda se buscam oportunidades de trabalho customizadas para a pessoa. E em um terceiro momento é realizado o acompanhamento pós-colocação.

“É uma atuação personalizada para cada pessoa com deficiência, que recebe todo um suporte especializado para o desenvolvimento de suas potencialidades”, explica a presidente da Unilehu, Andrea Koppe. Segundo ela, investir nesta metodologia está abrindo ainda mais as perspectivas de inclusão das pessoas que procuram a Instituição.

Este é o caso do Andre Luiz Weber, de 21 anos, que graças a utilização da metodologia está trabalhando há 7 meses nas farmácias Nissei. Ele está indo tão bem, que na ultima edição da revista interna da empresa, foi o funcionário destaque do mês.

André trabalha quatro horas por dia e tem como atribuições organização e limpeza de produtos nas prateleiras da loja, atendimento a clientes e também na distribuição de encartes de promoção para quem passa na rua. “Eu não tenho preguiça, gosto muito de trabalhar, venho contente”, diz André.

Ele é acompanhado pela técnica do Mas Eficiência, Giovanna Marques, que inicialmente ia até o trabalho de André três vezes por semana, mas que com o avanço dele, agora o visita uma vez por semana para verificar qualquer necessidade maior de apoio. “Ele está indo muito bem, só tem recebido elogios da equipe. Estamos trabalhando para a total autonomia do André, que creio, será em breve”, explica Giovanna.

“Estamos tendo uma ótima experiência com o Andre. Ele é carismático, alegre, trabalha muito bem, é respeitoso com todos e atende muito bem os clientes”, destaca a gerente da loja Nissei do Tingui, Markeli Vivi. Segundo ela, ter ele na equipe tem sido um aprendizado para todos.

Para aplicar a metodologia do Emprego Apoiado a Unilehu credenciou-se a ANEA (Associação Nacional do Emprego Apoiado). Com mais esta iniciativa, a Unilehu se mantém fiel ao seus princípios e missão social de realizar ações inovadoras em favor da inclusão.

Caso tenha interesse em conhecer a metodologia entre em contato através do e-mail: l.pauli@maiseficiência.org.br ou ligue (41) 3153-6183 e fale com a Ligia.