Compartilhe:

Na noite da última segunda-feira, 23, na Câmara de Vereadores, aconteceu a entrega dos certificados aos participantes da 1ª turma do Curso de Empregabilidade, realizado através de uma parceria entre a Prefeitura de São José dos Pinhais (PR) e a Universidade Livre Para a Eficiência Humana (UNILEHU).

O curso teve duração de seis meses, e teve como principal objetivo a qualificação profissional, de 41 adolescentes, entre 14 e 18 anos, que cumprem medidas socioeducativas no CREAS — Centro de Referência Especializado de Assistência Social. Ele faz parte de um projeto do  Mais Eficiência da Unilehu, chamado Circuito da Inclusão, um programa que tem o patrocínio do SESI e tem como objetivo capacitar e inserir, incentivando a permanência de pessoas com deficiência ou em vulnerabilidade social no mercado de trabalho, contribuindo, assim, para a sua autonomia, qualidade de vida e também o exercício da cidadania.

O prefeito de São José dos Pinhais, Toninho Fenelon, esteve no evento e falou sobre a importância da realização dessa capacitação. “É importante que a administração pública municipal tenha esse olhar social. Somos um facilitador para o cidadão, com a responsabilidade de fazer o possível para melhorar cada vez mais a qualidade de vida dos munícipes. Acredito que essa formação irá ajudar a desenvolver cidadãos independentes e com um futuro promissor”, afirma Fenelon, que desejou sucesso a todos os presentes.

Para a secretária de Assistência Social, Sônia Arruda, o curso oportunizou experiências tanto práticas quanto a teóricas e permite que novos caminhos sejam abertos. “Essa ação da secretaria tem como objetivo criar novas oportunidades, construir condições mais justas e igualitárias e também fazer com que o adolescente seja reconhecido pela sociedade, com seus direitos e deveres. Que essa seja apenas uma das conquistas que virão”, declarou Sônia.

A diretora executiva da instituição, Yvy Karla Abbade, agradeceu pela parceria com a administração pública, que teve sensibilidade em promover o curso no Município. “É um trabalho importante. Em pouco tempo que estamos desenvolvendo o Circuito de Inclusão, percebemos transformações sociais em quem participa. Que os jovens que recebem seus certificados hoje apliquem os ensinamentos para mudar suas vidas e de suas famílias”, disse Yvy.

Durante os seis meses em que foi realizado no Município, o Curso de Empregabilidade trabalhou com inclusão digital, capacitação na área de informática e também o desenvolvimento pessoal dos participantes, tendo como foco a auto estima dos jovens. Após a conclusão do curso os jovens foram encaminhados para a sede da Unilehu para realizarem cadastro e participarem de processos seletivos para  aprendizes nas empresas parceiras da Instituição.

O psicólogo e instrutor do Mais Eficiência, Roger Hernandes, acompanhou os participantes durante os seis meses do curso. “No início, teve uma certa resistência, mas que foi quebrada. Eles perceberam uma realidade diferente quando visitaram a UNILEHU. Acredito que o que foi passado à eles é positivo para o futuro. Ajudou a desenvolver uma reflexão sobre a vida e também um senso crítico da sociedade”,  conta Hernandes.