Compartilhe:

No último sábado de agosto o CEI Mundo para Todo Mundo recebeu um presente muito especial. Graças ao trabalho da Associação dos Voluntários Amigos (AVA) e do CELID – Clube de Empreendedorismo Liberdade e Democracia, agora o local dispõe de uma biblioteca para seus alunos.

A inauguração do novo espaço aconteceu em 28 de agosto, num evento que reuniu pais, alunos, professores e amigos para uma manhã de atividades muito especiais. Foram doados mais de 350 títulos, além de prateleiras de madeira, tapetes emborrachados e almofadas para tornar o espaço aconchegante e apropriado para despertar o amor pela leitura.

O CEI foi escolhido pelo Projeto “Pede Leitura” da AVA, que tem o objetivo de incentivar a leitura em instituições sociais. Como o CEI ainda não tinha um espaço de Biblioteca ele se tornou uma prioridade para os voluntários, que mesmo após a inauguração do espaço continuam em contato para periodicamente renovar o acervo.

No dia da inauguração uma equipe de 10 voluntários que colaborou com a montagem e organização do espaço, contou histórias para as crianças e para os pais, e participaram de outras atividades promovidas na escola.

Para a diretora executiva da AVA, Tania Mara Cardoso, poder contribuir para a construção do local foi “Lindo e memorável”.  “Trabalhamos muito para que a biblioteca fosse agradável e utilizável para a instituição. Ver o resultado desse projeto e ainda poder fazer a entrega foi emocionante para todos os voluntários. Adoramos ver os pais sentados e partilhando a leitura com seus filhos”, diz Tania.

“Esperamos que as crianças utilizem aquele espaço, que levem para a vida a cultura da leitura e que em suas memórias fique a lembrança de boas histórias ali contadas e lidas”, finaliza Tania.

“Queremos agradecer ao pessoal da AVA, da CELID e da Greyhouse, que ajudou na entrega, por todo o carinho e dedicação para a transformação do espaço da biblioteca. Somos privilegiados por termos sido escolhidos. Com certeza o novo espaço irá contribuir com o crescimento e desenvolvimento de nossas crianças”, diz a presidente do CEI Mundo para Todo Mundo, Yvy Abbade.