Compartilhe:

Na ultima semana a Unilehu recebeu a visita do vice-presidente da Expo Live 2020 Dubai, Yousuf Caires, e do presidente da F123, Fernando Botelho. O encontro teve como objetivo apresentar a Unilehu como parceira de Botelho na operacionalização de programas sociais de acessibilidade e qualificação profissional de pessoas cegas ou com baixa visão.

A F123, empresa social brasileira dedicada a promover oportunidades de educação e emprego para pessoas com deficiência visual, recebeu um subsídio do Expo Live concedido pelos organizadores da World Expo 2020, evento que será realizado em Dubai em 2020.

A F123 desenvolveu um computador falante portátil e acessível para auxiliar pessoas com deficiência visual. A ideia é disponibilizar um software multilíngue de alta qualidade e baixo custo para ajudar pessoas cegas ou que perderam parcialmente a visão, permitindo que vivam com um grau de independência pessoal que não seria possível sem a ferramenta.

O software criado pela F123 promove o acesso à educação e à informação ao possibilitar que seus usuários naveguem na internet, trabalhem com documentos e planilhas e usem programas de e-mail e de mensagens instantâneas em qualquer computador.

A ferramenta permite que pessoas com deficiência visual mantenham-se conectados com o mundo ao seu redor e superem qualquer desafio inerente ao ambiente de trabalho moderno. Dessa forma, eles podem aprender e, eventualmente, gerar renda. Assim que estiver em funcionamento, a Unilehu será a parceira para a qualificação profissional dos usuários e da mobilização da sociedade para o uso da ferramenta como acessibilidade para a inclusão no mercado de trabalho.

Yousuf Caires, vice-presidente do Expo Live, afirmou: “A tecnologia vem transformando o mundo ao nosso redor e é importante que essa transformação também beneficie pessoas com deficiências como a cegueira ou baixa visão, permitindo que cumpram seu papel na sociedade de forma plena e gratificante. O trabalho da F123 – inspirado pelo desejo de produzir impactos sociais significativos – é uma ótima fonte de inspiração e inclusão”.