Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /var/www/vhosts/unilehu.org.br/httpdocs/novo/wp-content/plugins/revslider/includes/operations.class.php on line 2858

Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /var/www/vhosts/unilehu.org.br/httpdocs/novo/wp-content/plugins/revslider/includes/operations.class.php on line 2862

Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /var/www/vhosts/unilehu.org.br/httpdocs/novo/wp-content/plugins/revslider/includes/output.class.php on line 3708
Unilehu participa do IV Encontro Nacional do Emprego Apoiado - Unilehu
11ª Rally da Inclusão, reúne PcD e Jipeiros
11/11/2019
Unilehu é uma das vencedoras do Prêmio Impulso
29/11/2019
Show all

Unilehu participa do IV Encontro Nacional do Emprego Apoiado

Diretoria da Anea que participou do evento (Foto: Divulgação)

Na última quinta-feira (7), ocorreu em Florianópolis, o IV Encontro Nacional do Emprego Apoiado. O evento realizado pela a Anea (Associação Nacional do Emprego Apoiado), contou com participantes de diversas organizações sociais, empresas, profissionais e pessoas com deficiência, que discutiram temas importantes como os avanços relacionados ao uso do método do Emprego Apoiado na inclusão das pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

Um dos principais assuntos foi o avanço da estratégia de expansão da atuação da Anea, que busca a cada ano, envolver um maior número de organizações e profissionais dos mais diversos estados brasileiros.

Os painéis abordaram cases e a relação do emprego apoiado, junto as empresas. A Unilehu participou do último, em que a diretora da instituição, Yvy Abbade, junto a psicóloga Ligia Pauli, e o deficiente visual, Henry Xavier, abordaram o case de uma empresa que utiliza o método do emprego apoiado.

“É muito importante apresentarmos esse método de inclusão a sociedade. É uma forma eficaz e diferente de mostrarmos que uma pessoa com deficiência, pode sim, fazer parte de uma empresa, desde que tenha o apoio necessário para tal.”, pontua Yvy.

“O emprego apoiado faz com que o profissional se sinta acolhido e capaz de realizar as suas tarefas diárias. Pelo motivo de sua deficiência, muitos tem insegurança perante a sua participação da sociedade, se sentem constrangidos e incapazes de trabalhar. Mas a metodologia empregada, junto ao diálogo e a potencialização do “eu” acabam fazendo com que aquele profissional atue de forma concreta no ambiente de trabalho”, coloca Ligia.

Henry Xavier, deficiente visual, já fez parte do Emprego Apoiado da Unilehu e expõe que a metodologia deu grande crescimento para ele. “Quando cheguei e me apresentaram a metodologia, decidi encarar para ver até onde poderia ir. Acabei descobrindo um outro profissional, com novas perspectivas, e com atividades que eu poderia desempenhar e nem tinha ideia”, contextualizou.

Participaram, também do evento, o presidente da Anea, Oswaldo Barbosa, além de todo diretoria, que de alguma forma contribuiu com os painéis.

Conheça mais sobre o Emprego Apoiado. Clique aqui e saiba como esta metodologia pode mudar vidas e preparar profissionais para o mercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *